AÇÃO

INSTALAÇÃO DE BICAS

Estão sendo instaladas bicas em diferentes partes do Morro 
Valor por bica: R$ 373,10

3

SAIBA
Mais

É do Morro da Providência, primeira favela, a iniciativa de colocar bicas d´água em diversas áreas da comunidade para que os moradores possam fazer a higienização das mãos. A ideia surgiu quando Alessandra Roque, que fabrica sabões, pensou em doá-los aos seus vizinhos. Ocorre que as crianças, ainda que tivessem esse item de higiene em casa, permaneciam brincando pelas vielas. Uma forma de minimizar a proliferação da COVID -19 na favela foi disponibilizar a essas crianças o acesso à água ao ar livre. E, é claro, que as crianças não são as únicas beneficiadas, todos que precisam transitar pela localidade fazem uso das bicas públicas. Alessandra e o líder comunitário e fotógrafo Maurício Hora instalaram quatro bicas pelo Morro da Providência e pretendem multiplicá-las pela favela. Faltam recursos para isso. As quatro primeiras foram custeadas pela dupla que não tem meios financeiros para expandir a ação.

"Diante da necessidade e reforço na higiene, resolvemos instalar pias com água corrente e sabão em alguns pontos, com mais movimento , na Providencia. Apesar da água ser um direito de todos, vários pontos do morro tem água um dia sim outro não. Tentando minimizar os efeitos catastróficos da necessidade de acesso à água, já que álcool gel é artigo de luxo, estamos instalando as pias." Maurício Hora

Branco com Pincelada Azul-piscina Pessoa